.

.

.

Se você quiser compartilhar o que encontrar aqui, fique à vontade. A ideia é exatamente esta: divulgar o tricô, disseminar essa linda arte
manual. Honestamente, eu me sentirei lisonjeada.


Apenas peço que mencione a fonte e coloque o link do post ou do blog. Obrigada!


25 de julho de 2017

A BALANÇA, O TEX E O WEIGHT NO TRICÔ




Olá amigos!

Este post tem basicamente 5 objetivos:
- como saber a metragem de um novelo usado,
- quantos metros de fio foram utilizados para uma determinada peça,
- como substituir fios com a mesma composição (TEX),
- como substituir fios considerando os calibres (WEIGHT);
- quais agulhas utilizar conhecendo a categoria do fio.


A BALANÇA

Finalmente adquiri uma balança digital.

Um investimento muito legal para  o nosso tricô, com excelente relação custo-benefício, pois auxilia demais na organização dos fios e é vendida a partir de R$ 16,90.

A balancinha é legal para a organização do tricô porque, por exemplo, confiando no fabricante do fio, vemos que um novelo de 100 gramas tem 200 metros de fio, ao término da peça tricotada com este novelo constatamos que ela pesa 40g, portanto, saberemos que foram necessários 80 metros daquele fio para tricotá-la.

Vejam aí, fabricantes, porque é tão imprescindível a informação fidedigna!!!

Quando houver interesse em confeccionar outra peça com o mesmo fio e mesmas agulhas, já teremos conhecimento de que vamos precisar de 80 metros dele.

Além disso, ao guardar os 60 gramas restantes do novelo, podemos deixar junto com ele um lembrete de que ainda restam 120 metros de fio.

Eu geralmente retiro o rótulo dos novelos que pretendo utilizar para uma determinada peça para que o  plástico ou papel não puxe partes dos fios tricotados/a serem tricotados durante o transporte do tricô. Sugiro que você nunca faça isso, pois a probabilidade de perdê-lo é enorme (parece que este papelzinho tem pernas).

Frescura no transporte das tricotadas? Não no meu caso. Eu tricoto muito devagar, para piorar, tenho pouco tempo para o tricô e sou bem infiel com as peças em fase de execução, pois faço mais de uma ao mesmo tempo. Aí a peça vem e vai, vai e volta, fica sacolejando na sacola durante semanas, meses, até por anos (como é o caso de um gorrinho cinza para bebê que comecei a tricotar em setembro de 2014. Prometo, quando ele ficar pronto, posto imediatamente no blog).

Se retirar o rótulo do novelo, armazene-o em um lugar seguro para posteriormente ter a oportunidade de guardá-lo com o restinho de fio. É possível aproveitá-lo para escrever nele a metragem restante (verificada com a balancinha).

Pronto, fim do "acho que dá" quando ficarmos diante de um novelo já começado ao lado da receita daquela peça que tanto nos agradou!

Por falar em rótulo, ele é muito importante porque traz informações essenciais como o código da cor e o lote de fabricação. Sim, pois você pode ter um mesmo novelo vermelho código "x", porém um é quase rosa e o outro é quase vinho, já que diferentes os lotes de fabricação. Exagero não, já aconteceu comigo, rssss.

Tenho peças prontas desde 2014, cujas receitas pretendo publicar nas próximas semanas. Colocarei a metragem dos fios daqueles tricôs que conseguir pesar com a balancinha (muitos acessórios já estão mais comigo).

As futuras tricotadas serão automaticamente pesadas. Dá-lhe balança!

O TEX

Agora, o que significa TEX?

Esta sigla está presente em praticamente todos os rótulos de fios e linhas para tricô. Trata-se de uma unidade de medida utilizada internacionalmente para informar quanto pesa cada 1000 metros daquele fio.

Inicialmente verificamos a composição do fio, já que cada material tem um peso particular (o fio acrílico é mais leve que um fio 100% algodão).

É possível comparar vários fios com diferentes espessuras e obter o calibre de fio que a sua receita requer a partir de cálculos com o TEX.

Exemplo, uma tricoteira consegue usar dois fios (fio duplo) 100% algodão mais finos para atender a uma recomendação de um fio mais grosso para determinada receita. Para ilustrar a possibilidade de substituições, no site da Círculo a respeito do assunto, encontramos a informação de que dá para usar dois fios Cléa para tricotar peça com indicação de fio Anne.

Transcrevo a explicação da Círculo: "o número TEX do fio Cléa: 147,5 e (...) o TEX do fio Anne: 295. Então, se eu quero reproduzir um trabalho que foi feito com Anne mas não tenho o fio, posso usar dois fios de Cléa, porque 147,5 x 2 = 295."

No blog Artesanato Alice Arteira há explicação também com a metragem dos fios a partir do TEX deles (veja aqui).

Mais um exemplo? Verifico que os fios Bambino, Flash (Pingouin) e Mollet (Círculo) são 100% acrílico.

Após me certificar de que esses fios possuem idêntica composição, consulto os TEX deles e vejo que os fios Mollet e Flash têm TEX 500 enquanto o TEX do fio Bambino é 250.

Depois disso sei que posso usar fio duplo de Bambino (2x250= TEX 500) para substituir tanto o fio Mollet como o Flash.

O WEIGHT

Tão importante quanto o TEX, o "weight" é utilizado para indicar os calibres dos fios.

Infelizmente a maioria dos rótulos dos fios brasileiros não informa o "weight", dificultando o conhecimento da espessura dos fios, porém essa medida é bastante comum em outros países.

Quando o assunto é substituição de fios, o "weight" é mais útil do que o TEX, pois a ênfase é o calibre dos fios, independentemente da composição deles.

A unidade de medida do "weight" pode ser em PLY, WPI (Wraps per inch - voltas por polegada) ou por número de pontos tricotados em uma amostra de 10 cm (gauge 10 cm).

O Ravelry é a maior rede social de artesãos e nele encontramos um banco de dados de fios do mundo inteiro. O Ravelry catalogou os fios a partir de suas espessuras, dividindo-os a partir de uma escala com 12 possibilidades de calibre:



Name Ply (UK, NZ, AU) Wraps per inch Knit gauge (4 in / 10 cm)
Yarnstandards.com
Thread



0 : Lace
Cobweb 1 ply


0 : Lace
Lace 2 ply
32-34 stitches
0 : Lace
Light Fingering 3 ply
32 stitches
0 : Lace
Fingering 4 ply 14 wpi 28 stitches
1 : Super Fine
Sport 5 ply 12 wpi 24-26 stitches
2 : Fine
DK 8 ply 11 wpi 22 stitches
3 : Light
Worsted 10 ply 9 wpi 20 stitches
4 : Medium
Aran 10 ply 8 wpi 18 stitches
4 : Medium
Bulky 12 ply 7 wpi 14-15 stitches
5 : Bulky
Super Bulky
5-6 wpi 7-12 stitches
6 : Super Bulky
Jumbo
0-4 wpi 0-6 stitches
7 : Jumbo




 Além de sua própria métrica para cadastrar os fios, as espessuras têm correspondência no sistema Yarn Standards (que divide os fios em sete categorias), com as respectivas nomenclaturas.

O sistema Yarn Standards está aí embaixo. A tradução da planilha para o espanhol está aqui.

 O legal do sistema Yarn Standards é que na  classificação dos fios em "lace", "super fine", "fine", "light", "medium", "bulky", "super bulky" e "jumbo", são indicadas as agulhas de tricô recomendadas para cada categoria (em US e em mm). Também há indicação de agulhas de crochê.

Assim, em relação aos fios para o mercado brasileiro, podemos fazer o caminho inverso para facilitar nossa vida de substituições: geralmente o rótulo traz o tamanho das agulhas recomendadas, então é só obter esta informação para saber qual a categoria do fio.

Pegando novamente o fio Bambino: a Pingouin indica agulhas de 3.0mm a 4.0mm e no sistema Yarn Standards, a categoria que tem a mesma recomendação é a "fine" (também denominada "sport" e "baby"). 
 
Veja, a categoria anterior, "super fine", tem indicação de agulhas mais finas (a partir de 2.25mm), e a categoria posterior, "light", aceita agulhas mais grossas (até 4.5mm).

Portanto, no nosso exemplo, qualquer fio classificado como "fine", "sport" ou "baby" pode substituir o fio Bambino.


Yarn Weight Symbol
& Category Names
lace super fine fine light medium bulky super bulky jumbo
Type of
Yarns in
Category
Fingering
10-count
crochet
thread
Sock, Fingering, Baby Sport,
Baby
DK,
Light
Worsted
Worsted,
Afghan,
Aran
Chunky,
Craft,
Rug
Super Bulky,
Roving
Jumbo,
Roving
Knit Gauge
Range* in
Stockinette
Stitch to 4 inches
33–40**
sts
27–32
sts
23–26
sts
21–24
sts
16–20
sts
12–15
sts
7–11
sts
6 sts and fewer
Recommended
Needle in
Metric Size
Range
1.5–2.25
mm
2.25—
3.25
mm
3.25—
3.75
mm
3.75—
4.5
mm
4.5—
5.5
mm
5.5—
8
mm
8—
12.75 mm
12.75 mm and larger
Recommended
Needle U.S.
Size Range
000–1 1 to 3 3 to 5 5 to 7 7 to 9 9 to 11 11
to 17
17
and
larger
Crochet Gauge*
Ranges in
Single Crochet
to 4 inch
32–42
double
crochets**
21–32
sts
16–20
sts
12–17
sts
11–14
sts
8–11
sts
7–9
sts
6 sts and fewer
Recommended
Hook in Metric
Size Range
Steel***
1.6–1.4
mm
Regular hook
2.25 mm
2.25—
3.5
mm
3.5—
4.5
mm
4.5—
5.5
mm
5.5—
6.5
mm
6.5—
9
mm
9—
15 mm
15
mm and
larger
Recommended
Hook U.S.
Size Range
Steel***
6, 7, 8
Regular
hook B–1
B–1
to
E–4
E–4
to
7
7
to
I–9
I–9
to
K–10 1⁄2
K–10 1⁄2 to
M–13
M–13
to Q
Q
and
larger



A Regina Rogers é uma das pessoas que mais compartilha conhecimentos desta nossa amada arte, uma ótima mestra, e há quase dez anos publicou um artigo detalhando o "weight" a partir do WPI, com detalhes para a tricoteira identificar a categoria do seu fio.

Acredito que todo tricoteiro deveria ler este post aqui.










































































Nenhum comentário: