.

.

.

Se você quiser compartilhar o que encontrar aqui, fique à vontade. A ideia é exatamente esta: divulgar o tricô, disseminar essa linda arte
manual. Honestamente, eu me sentirei lisonjeada.


Apenas peço que mencione a fonte e coloque o link do post ou do blog. Obrigada!


19 de julho de 2017

(Mais uma) BOINA EM TRICÔ DA ELIETE



Adoro a boina da Eliete, tanto é que tricotei inúmeras peças com esta receita.

Aliás, que saudade da Eliete Massi, uma das professoras de tricô mais didáticas que conheci.

É uma receita fácil de peça plana (tricotada com agulhas retas e costurada depois de concluído o tricô).

Esta aqui foi confeccionada com as mesmas agulhas 7mm, porém utilizei fio bem grosso e felpudinho.

Enquanto na peça do primeiro post foi tricotada com o fio Cisne Elegance (indicação de agulha 5,5mm), a boina deste post foi tecida com o fio Cisne Atena, que  tem lã em sua composição (indicação de agulha 7mm).

A boina ficou mais firme, mais encorpada e os "gominhos" estão mais destacados. Apesar de o fio ser mais grosso e felpudo, o rendado ficou aparente.

A receita da Eliete está aqui.

A primeira peça - tricotada com fio Cisne Elegance (indicação de agulhas 5,5mm)
O rendado da boina - fio Cisne Atena
Os "gominhos" mais aparentes - fio Cisne Atena


7 de julho de 2017

GOLA-CAPUZ BOOMSLANG - by Susanne Reese

A querida Marilene com a gola-capuz

Certo dia a Marta Simões enviou uma foto de uma fofura denominada Gorro Gola. Ela sempre me inspirando a tricotar!!! :)

Tratava-se de um gorro bicolor com um fio que amarrava uma das extremidades da peça. Ao soltar o fio e puxar sua extensão, o gorro se transformava em uma prática gola.

Aí me lembrei de uma peça que estava há tempos na lista de desejos, a Boomslang, da Susanne Reese.

Fiquei empolgada para tricotar o tal Boomslang.

Marilene usando a peça como gola

A designer fez uma gola bicolor bem larga que pode ser usada como gola-capuz que está no Ravelry.

Utilizei  agulha 4,5mm e fios compatíveis.

Inseri 220 pontos na agulha utilizando a montagem flexível de pontos descrita no artigo anterior.

A peça da Susanne é uma peça circular, muito simples de tecer.

As seis primeiras voltas são tricotadas em ponto meia com o fio de cor 1.

Corte o fio de cor 1 e substitua-o pelo fio de cor 2.

Na receita original, as voltas 7 a 12 são tricotadas em ponto tricô com o fio de cor 2.

Para que as aparentes alterações de cores ficassem sempre no avesso e para dar mais destaque à cor escura da minha peça, tricotei somente as voltas 7 a 10 com o fio de cor 2.

Susanne recomenda que a sequência das duas cores seja repetida pelo menos sete vezes, ou seja, no mínimo 7x12 voltas. Para finalizar, mais seis voltas em tricô com o fio de cor 1.

Editado em 20/07/2017: a circunferência desta peça mede 140 centímetros e a altura varia entre 20 a 30 cm (sem tensionar os gominhos/abrindo bem as carreiras). A gola-capuz não foi blocada.


Montagem e arremate elásticos de pontos: para que as aberturas da peça fiquem bem frouxas.

Marilene com a gola no que eu considero o avesso da peça



4 de julho de 2017

Montagem elástica e arremate elástico de pontos de tricô




Montagem elástica ou montagem flexível de pontos é útil para peças que precisam de aberturas bem frouxas, como, por exemplo, meias e sapatinhos, golas.

Tenho preferências por três maneiras de tecer a montagem elástica.

São elas:

- Montagem com explicação em português. Este vídeo do Leonardo é meu favorito.
- "A montagem mais elástica do mundo" na opinião da autora está aqui.
- Montagem da Lorraine com o uso de agulhas cruzadas para montagem elástica de ponto barra aqui.

Editado em 7/07/2017:
Em relação ao arremate elástico, também como conhecido como arremate flexível, a querida Valeria Garcia, do blog Tricô em Prosa, escreveu um artigo intitulado "Arremate surpreendentemente elástico da Jeny Staiman" e desde então eu só uso esse método quando quero deixar as peças com o acabamento mais frouxo. Veja o post da Valeria aqui.

Seguem os vídeos anexados. Se travarem, é só clicar nos links acima indicados.